Make your own free website on Tripod.com

PHILIPS - MODO SERVICE DO CHASSIS GR-6 AL

 

O chassis GR6-AL possui um Modo de Serviço que possibilita a realização da maioria dos ajustes necessários, bem como da programação da EEPROM, de modo simples e rápido, facilitando o trabalho do técnico de reparação na ENTRADA DO MODO DE SERVIÇO:

O acesso ao Modo de Serviço e feito pressionando-se a seguinte seqüência de teclas, uma após a outra, no próprio controle remoto do aparelho:

 

1.       Tecla 0

2.       Tecla 6

3.       Tecla 2

4.       Tecla 5

5.       Tecla 9

6.       Tecla 6

7.       Tecla Menu

 

Com isto será exibida a seguinte tela:

 

 


      SA              NOID             9

MaskMid  Vi .9

RT:           OA5B

 

 

BANK: OO

REGISTER:         OO

VALUE:    OO

 

 


O Modo de Serviço contém nove dife­rentes telas de ajustes: "A", "B", "C",

 

Cada uma destas telas representa um tipo de ajuste diferente. Estes ajustes, listados abaixo, serão descritos em de­talhe a seguir:

 

1 - Modo de Serviço "A": Programação da EEPROM

2 - Modo de Serviço: "B": Ajuste de AFT

3 - Modo de Serviço "C": Ajuste de AGC

4 - Modo de Serviço "D": Ajuste de Nível de Entrada do MPX.

5 - Modo de Serviço "E": Ajuste de Separação de Estéreo (manual)

6 - Modo de Serviço "F": Ajuste de Separação de Estéreo (automático)

7 - Modo de Serviço "G": Ajuste de Branco.

8 - Modo de Serviço "H": Ajuste de Geometria Horizontal e Vertical.

9 - Modo de Serviço "1": Saída do Modo de Serviço.

 

Cada tela possui uma identificação representada pelas letras de "SA" a "SI" no canto superior esquerdo, sen­do que a letra "S" significa justa­mente Modo de Serviço. Além dis­so, no canto superior direito está a identificação do número do canal presentemente sintonizado. A iden­tificação "ID" ou "NO ID" no centro superior da tela representa presença ou não de sinal de RF. As identifica­ções no canto inferior esquerdo re­presentam os ajustes e seus valores (em hexa). As telas do Modo de Serviço apresentam ainda um regis­trador chamado RT ("run timer") que mostra o tempo que o aparelho es­teve ligado (em horas - identificação hexadecimal) após sua fabricação e a identificação da máscara de software que está sendo utilizada.

 

MODO SEMI-USUÁRIO

 

Se, enquanto no Modo de Serviço, for pressionada a tecla "O" do contro­le remoto, o Modo de Serviço irá para o Modo Semi-Usuário. Neste modo o aparelho funcionará normalmente, com algumas restrições:

- Liga 1 Desliga automáticos não fun­cionam.

- As memórias das função Surf 1 Nome de Canal 1 Mensagem não serão atualizadas.

- Nenhum byte poderá ser mudado ou escrito na EEPROM. Para indicar que o aparelho esta no Modo Semi-Usuário, as identificações "SA" a "SI', no canto superior esquerdo, "ID" ou "NO ID" no centro superior e canal corrente no canto superior direito mudarão de cor amarela para cor vermelha. Se a tecla "O" do controle remoto for novamente pressionada, o aparelho retomará ao Modo de Servi­ço. Todas as outras teclas do controle remoto ou do teclado local funciona­rão normalmente quando no Modo Semi-Usuário. A finalidade do Modo Semi-Usuário e permitir que o técni­co, após ter realizado algum ajuste no Modo de Serviço, possa rapidamente comutar para o Modo Semi-Usuário para verificar qual o resultado deste ajuste e também acessar o Menu sem que ele tenha que sair e voltar a en­trar no Modo de Serviço.

           

COMO SAIR DE ALGUM PAS­SO DO MODO DE SERVIÇO SEM GRAVAR AS ALTERA­ÇÕES FEITAS

 

É possível que o técnico saia de qualquer passo do Modo de Serviço sem gravar as eventuais alterações feitas. Há duas maneiras de fazer isto: uma delas e pressionar a tecla "Status/Exit" do controle remoto - isto fará com que o aparelho vá para o próximo passo sem que as alterações sejam gravadas. Uma exceção e o passo "H" (Ajuste de Geometria Horizontal e Vertical> onde isto e feito através da tecla "Sleep". Outra maneira de sair de um passo do Modo de serviço é ir para outro sem que sejam gravadas as alterações fei­tas e o acesso direto aos vários passos do Modo de Serviço através das teclas "1" a "9" do controle remoto. Através desse recurso, pode-se selecionar dire­tamente qualquer passo do Modo de Serviço, conforme a tabela abaixo. Adicionalmente (uma vez que não foi pressionada a tecla "Menu") os ajustes feitos no passo atual não serão grava­dos.

        

 

                             

0 -   Alterna a função entre Modo de   serviço e Modo Semi-Usuário

1 -   Vai para Modo de serviço "A"

2 -   Vai para Modo de serviço ."B"

3 -   Vai para Modo de serviço "C."

4  -  Vai para Modo de serviço "D"

5 -   Vai para Modo de serviço "E"

6 -   Vai para Modo de serviço ."F"

7 -   Vai para Modo de serviço "G"

8 -    Vai para Modo de serviço "H"

9 -    Vai para Modo de serviço "H"

 

 

É importante notar que, no caso do Modo de Serviço "A", só é possível evitar que as alterações no último en­dereço selecionado sejam feitas. To­das as alterações feitas em outros en­dereços selecionados anteriormente já terão sido gravadas (veja detalhes na descrição deste passo, a seguir>. A seguir estão descritos os procedi­mentos de ajustes para cada tela do Modo de Serviço.

 

MODO DE SERVIÇO - Passo "A" Programação da EEPROM

 

Este passo permite que seja feita a programação das palavras de versão na EEPROM. Através de comandos no controle remoto, pode-se selecio­nar e mudar tanto os endereços como os valores dos bytes. Com os coman­dos "Cursor Up" e "Cursor Down" pode-se selecionar o endereço e com os comandos "Cursor Left" e "Cursor Right" mudar os valores dos bytes. Com a tecla "Mudo" é selecionado o banco da memória (banco O ou ban­co 1). Para este chassis (GR6-AL) somente é feita programação no ban­co O. Deste modo, não mude para o banco 1 - mantenha sempre o banco O.

Se o valor de um byte for alterado (através das teclas "Cursor Right" ou "Cursor Left"), a mudança para ou­tro endereço fará com que essa alte­ração desse dado específico seja gra­vada, e portanto, o valor anterior será perdido.

Se por algum motivo (como, por exemplo, erro na digitação de algum va­lor) o técnico não desejar gravar a alteração feita em algum byte, ele deverá pressionar a tecla "Status 1 Exit", antes de mudar para outro endereço; com isso, o aparelho irá para o pró­ximo passo do Modo de Serviço ("B") mantendo os valores originais da progra­mação da EEPROM para aquele byte em particular. Uma outra maneira de evitar que as alterações feitas para um byte sejam gravadas em definiti­vo será apertar qualquer tecla numé­rica de "2" a "9" no controle remoto, também antes de mudar para outro endereço; isto fará com que o apare­lho vá para o correspondente passo do Modo de Serviço sem que as alterações feitas neste byte sejam gra­vadas, conforme já foi explicado an­teriormente.

Se todos os bytes tiverem sido grava­dos corretamente, então o técnico poderá sair do passo "A" do Modo de Serviço através do acionamento da tecla "Menu", fazendo com que as alterações provisórias feita no último byte acessado seja também gravada definitivamente, indo para o passo "B" do Modo de Serviço.

IMPORTANTE: A tecla "Surf" é utili­zada para reinicializar a EEPROM, em caso de haver engano na digitação de valores de vários bytes. NÃO aperte esta tecla inadvertidamente enquanto estiver no passo "A" do Modo de Serviço. Se a mesma for pressionada, deverá ser feita então toda a progra­mação a seguir, como se a EEPROM tivesse sido substituída por uma nova. Caso apenas alguns valores dos bytes estejam errados, não aperte esta tecla

- em vez disso, verifique na tabela quais os valores corretos e programe apenas estes bytes.

 

 

SUBSTITUIÇÃO DA EEPROM

 

 

Em caso de substituição por uma EEPROM totalmente nova, o microcontrolador automaticamente carregará a maioria dos valores pa­drões para todos os bytes na memó­ria nova, e o técnico deverá gravar apenas os bytes restantes, nos ende­reços listados a seguir.

É necessário porém, em primeiro lu­gar, que seja desabilitada a proteção da EEPROM. Isto é feito aterrando-se o pino 1 da nova EEPROM, com o televisor desligado da rede. Em segui-da, ao ligar o aparelho, o LED de Stand-by ficará aceso por aproximadamente. 8 segundos (enquanto o micro faz a reinicialização da nova EEPROM) e, após esse período, o programa deve então ser feito de acordo com a tabe­la de endereços. (TAB-1)

 

 

Após o últimos destes bytes Ter sido gravado, o técnico deve então pressionar a tecla "MENU" no controle remoto de maneira a gravar também esta última alteração. Em seguida o técnico deverá desligar o televisor e remover a coneçção de aterramento do pino 1 da EEPROM. Importante lembrar que após a substituição da EEPROM, sejam feitos novos ajustes em todos os passos do modo serviço (menos D,E,F), pois os ajustes originais foram perdidos com a substituição da mesma. Quando é feia a programação acima estes ajustes recebem um valor numérico, que necessita de ser corrigido para cada aparelho em parti­cular. Portanto, após a tro­ca da EEPROM, faça os ajustes nos outros passos, explicados a seguir.

 

MODO DE SERVIÇO

- Passo "B" - Ajuste de AFT

 

Neste passo do Modo de Serviço o televisor desli­gará automaticamente o AFC e, embora as teclas "Channel up" e "Channel down" funcionarem nor­malmente, o aparelho ig­norará os dados do AFT e sintonizará as freqúências nominais. Para realizar o ajuste de AF'íl' basta sinto-nizar um canal com sinal confiável (que não apre­sente desvios de freqüência) ou o sinal de um ge­rador calibrado e então pressionar a tecla "Cursor Right" do controle remo­to. O ajuste será feito au­tomaticamente pelo próprio televisor e o técnico poderá então, pressionan­do a tecla "Menu", salvar o ajuste e ir para o próxi­mo passo do Modo de Serviço.

 

MODO DE SERVIÇO - Passo "C", Ajuste de AGC

 

Se a imagem apresentar chuvisco ou distorção, o técnico pode ajustar o nível de AGC neste passo, através das teclas "Control right" (aumenta nível de AGC) e "Control left" (dimi­nuí nível de AGC>. Pressionando a tecla "Menu", os ajustes serão gravados e o televisor irá para o próximo passo do Modo de Serviço. Se ao invés disso, for pressionada a tecla "Status/Exit"1 o televisor irá para o próximo passo sem gravar as modifi­

cações feitas neste ajuste.

 

MODO DE SERVIÇO - Posso "D" Ajuste do nível de entrada do decodificador estéreo.

 

OBS. Só faça este ajuste caso seja absolutamente necessário. Neste pas­50 pode ser ajustado o nível de entrada do decodificador estéreo. Para isso um sinal RF modulado com BTSC composto de Áudio L+R  300 Hz (mono, Af--25I&Iz> deve ser aplicado à entrada de antena do televisor. De­pois, através das teclas "Cursor right" e "Cursor left", deve-se ajustar o nível de entrada até que seja obtida uma leitura de 500 mV na saída do decodificador estéreo (TP 52IrP 53). Pressionando a tecla "Menu", os ajus­tes serão gravados e o televisor irá para o próximo passo do Modo de Serviço. Se, ao invés disso, for pressi­onada a tecla "Status/Exit", o televi­sor irá para o próximo passo sem gra­var as modificações feitas neste ajus­te.

 

MODO DE SERVIÇO - Passos "E" e "F" Ajuste do separação estéreo

 

OBS: Só faça este ajuste caso seja absolutamente necessário. Caso o téc­nico disponha de um gerador de BTSC composto de Áudio que possa gerar dois tons simultâneos, então o ajuste da separação estéreo poderá ser feito de forma automática (Passo "F"). Caso o gerador de BTSC composto só possa gerar um tom de cada vez, então o ajuste deverá ser feito de for­ma manual (Passo "E").

 

4)  PASSO F: ajuste automático

 

Conecte a entrada de antena do tele­visor o sinal de um gerador de BTSC composto de áudio ajustado para L--300 Hz, R--3,lkHz, Af--3,52 kHz (14 % de modulação> e saída ) 60 dBpV. Aterre as entradas externas de áudio (pino 5 do conector J800 e pino 5 do conector J801>. Pressio­nando a tecla "Cursor right", o televi­sor fará automaticamente o ajuste. Pressionando a tecla "Menu", os ajustes serão gravados e o televisor irá para o próximo passo do Modo de Serviço.

Se ao invés disso, for pres­sionada a tecla "Status/Exit", o tele­visor irá para o próximo passo sem gravar as modificações feitas neste ajuste. Não se esqueça de remover o aterramento das entradas externas de áudio.

 

b)         PASSO E: ajuste manual

 

Pré-ajuste os dados do "Spectral" e do "Wideband" para o valor 10 (em hexadecimal). Conecte a entrada de antena do televisor o sinal de um gerador de BTSC composto de áudio ajustado para L=3OOHz, R=0, índi­ce de modulação de 14%. Aterre as entradas externas de áudio (pino 5 do conector J800 e pino 5 do conector J801). Através das teclas "Cursor Up" e "Cursor Down ", faça o ajuste de "Wideband" de modo a minimizar o valor remanescente no outro canal (direito). Em seguida reajuste no gerador o sinal para L=3,1KHz, R=0, índice de modula­ção de 14% e, através das teclas "Cursor Right" e "Cursor Left", faça o ajuste de "Spectral" de modo a minimizar o valor remanescente no outro canal (direito). Repita este ajus­te até conseguir os melhores resulta­dos. Pressionando a tecla "Menu", os ajustes serão gravados e o televi­sor irá para o passo "G" do Modo de Serviço (pulando o ajuste auto­mático da separação estére O) Se ao invés disso, for pressionada a tecla "Status/Exit", o televisor irá para o próximo passo sem gravar as modi­ficações feitas neste ajuste. Não se esqueça de remover o aterramento das entradas externas de áudio.

 

MODO DE SERVIÇO - Passo "G" Ajuste de Branco

 

Conecte a entrada de antena do te­levisor um gerador de sinais ajusta­do para o padrão branco. Neste passo o ganho do canhão VERDE pode ser ajustado através das teclas "Cursor right" e "Cursor left e o gan­ho do canhão AZUL, através das teclas "Cursor up' e "Cursor down". Deste modo, pode-se obter a cor branca com a tonalidade mais neu­tra possível, sem predominância de outras cores. Pressionando a tecla "Menu", os ajustes serão gravados e o televisor irá para o próximo passo do Modo de Serviço. Se ao invés disso, for pressionada a tecla "Status/ Exit", o televisor irá para o próximo passo sem gravar as modificações feitas neste ajuste.

 

MODO DE SERVIÇO - Passo

~ Ajustes de Geometria da Imagem

 

Conecte a entrada de antena do te­levisor um gerador de sinais ajusta­do para um padrão "Círculo".

Centralização horizontal: Ajuste a centralização horizontal da imagem com as teclas "Cursor right" e "Cursor left".

Altura: Ajuste a altura da imagem utilizando as teclas "Cursor up" e "Cursor down".

Vertical Slope: Ajuste o "vertical siope" utilizando as teclas "Mute" e "Status/Exit" de modo a fazer com que a parte inferior do quadro coin­cida com a parte inferior da tela. Note que a altura deve ficar propor­cional a largura para manter o me­lhor aspecto da imagem. Pressione a tecla "Smart" no controle remoto para armazenar as alterações nos ajustes e ir para o próximo passo do Modo de Serviço. Se ao invés disso, for pressionada a tecla "Sleep", o televisor irá para o próximo passo sem gravar as modificações feitas neste ajuste.

 

MODO DE SERVÇO - Passo "1" Saída do Modo de Seruiço

 

Neste passo, se forem pressionadas

as teclas "Cursor right", o aparelho sairá do Modo de Serviço e irá para "Stand-by". Se, ao invés disso, for pressionada a tecla "StatusIExit", o televisor retomará ao primeiro passo do Modo de Serviço (Passo "A" -Programação da EEPROM).

 

AJUSTES QUE NÃO UTIU­ZAM O MODO DE SERVIÇO:

 

Fonte de Alimentaçáo

 

Conecte um voltímetro DC ao pon­to de teste TP4. Selecione uma en­trada AV, sem sinal externo aplica­do. Diminua os controles de brilho e contraste para escurecer completa­mente a imagem. Ajuste então o potenciômetro 3411 para obter uma leitura de 94V + 05V.

 

Foco

 

Ajuste  o  foco  através  do potenciômetro localizado no T.S.H. (5501).

 

 

Ponto de Corte (VG2)

 

 

Selecione uma entrada AV do tele­visor na qual não exista nada conectado (sem sinal). Ajuste agora os controles de brilho, saturação e contraste ao mínimo. Meça, com um osciloscópio com ponta de prova 10:1, os pulsos nos cátodos do cinescópio (pinos 3, 7 e 9 para o 14" ou pinos 8, 6 e 11 para os de 20" ou 21"). Verifique qual destes cátodos possui o pulso com valor mais alto. Ajuste então o potenciômetro de Vg2 no T.S.H. (5501) de modo que o valor do pulso mais alto seja de 130V + 4 V.

Conecte agora ao televisor um gera­dor de sinais no padrão "Branco". Ajuste então o brilho, saturação e contraste para níveis normais e con­firme que o padrão "Branco" pode ser visto normalmente.

 

TAB-1

 

Endereço (HEX)

14GX1619

20GX1659

21GX1669

07

1F

20

20

08

06

06

0B

14

19

19

19

24

35

35

35

25

12

12

12

2D

29

25

25

2E

3F

3F

3F

2F

30

30

30

30

2A

2A

2A

31

FD

FD

FD

32

03

03

03

33

23

23

23

34

2B

2B

2B

35

30

30

30

36

14

14

14

39

29

25

25

3A

1B

1B

1B

3B

1F

1F

1F

3C

00

00

00

3F

23

1F

1F

40

2B

2B

2B

41

30

30

30

42

1F

1F

1F

43

00

00

00

44

00

00

00

45

29

25

25

46

2B

2B

2B

47

2B

24

24

48

0F

0F

0F

54

23

1F

1F

55

3F

3F

3F

56

2C

2C

2C

58

0F

0F

0F

59

00

00

00

5B

25

25

25

 

 

 

 

 

 

COMANDOS ACEITOS NO MODO SERVIÇO E SUAS FUNÇÕES

PASSO DO

MODO SERVIÇO

TECLA DO

C. REMOTO

 

FUNÇÕES

A

Up

Seleciona o próximo registro da EEPROM

 

Down

Seleciona o registrador anterior da EEPROM

 

Right

Incrementa o valor do registrador em 1 step

 

Left

Decrementa o valor do registrador em 1 step

 

Menu

Grava e vai para o próximo passo

 

Mudo

Seleciona banco "0" ou banco "1" da memória

 

Status/Exit

Grava e vai para o próximo passo sem gravar

 

Surf

Reinicializa a EEPROM e vai p/ o próximo passo. Se esta tecla for pressionada, a EEPROM deve ser programada de acordo com a tabela

B

Up

Sintoniza o próximo canal, ignora AFC, Freq.nominal apenas

 

Down

Sintoniza o próximo canal, ignora AFC, Freq.nominal apenas

 

Right

Inicia o ajuste automático do AFC

 

Menu

Grava e vai para o próximo passo

C

Right

Incrementa 1 no ajuste o AGC

 

Left

Decrementa 1 no ajuste do AGC

 

Menu

Grava e Vai para o próximo passo

 

Status/Exit

Vai para o próximo passo sem gravar

D

Right

Incrementa 1 no ajuste de entrada MPX

 

Left

Derementa 1 no ajuste de entrada MPX

 

Menu

Grava e vai para o próximo passo

 

Staus/Exit

Vai para o próximo passo sem gravar

E

Up

Aumenta o nível de "Wideband"

 

Down

Diminui o nível de "Wideband"

 

Right

Aumenta o nível do "Spectral"

 

Left

Diminui o nível do "Spectral"

 

Menu

Grava e vai p/ o próximo passo "G", pulando o ajuste automático do decodificador estéreo

 

Status/Exit

Vai para o próximo passo sem gravar

F

Right

Inicia o ajuste automático de separação de estéreo

 

Menu

Grava e vai para o próximo passo

 

Status/Exit

Vai para o próximo passo sem gravar

G

Right

Incrementa o verde

 

Left

Decrementa o verde

 

Up

Incrementa o Azul

 

Down

Decrementa o Azul

 

Menu

Grava e vai para o próximo passo

 

Status/Exit

Vai para o próximo passo sem gravar

H

Right

Centralização Horizontal ( + )

 

Left

Centralização Horizontal (  - )

 

Up

Aumenta altura

 

Down

Diminui altura

 

Status/Exit

Vertical Slope (+)

 

Mudo

Vertical slope (-)

 

Smart

Grava e vai para o próximo passo

 

Sleep

Vai para o próximo passo sem gravar

I

Right

Sai o Modo serviço e vai para Stand-by

 

Exit

Retorna ao passo A programação da EEPROM

A...I

0

Alterna entre o modo serviço e semi usuário

 

1

Vai para o passo "A" modo de serviço

 

2

Vai para o passo "B" modo de serviço

 

3

Vai para o passo "C" modo de serviço

 

4

Vai para o passo "D" modo de serviço

 

5

Vai para o passo "E" modo de serviço

 

6

Vai para o passo "F" modo de serviço

 

7

Vai para o passo "G" modo de serviço

 

8

Vai para o passo "H" modo de serviço

 

9

Vai para o passo "I" modo de serviço

 

http://www.cpv.iconet.com.br/citro